Hospital Vera Cruz - Quando eu devo procurar um otorrinolaringologista?

Quando eu devo procurar um otorrinolaringologista?

06 Mar - Bem estar

 

Chamamos de otorrinolaringologia o ramo da medicina que cuida das seguintes áreas: nariz, seios da face, garganta e ouvidos. Além disso, o médico capacitado em otorrino, como a otorrinolaringologia também é chamada — e como o próprio especialista também costuma ser chamado —, cuida da cabeça e do pescoço como um todo.

Entre as funções que o especialista avalia, estão: audição, respiração, voz, saúde das cordas vocais e deglutição. Mas você sabe qual é o melhor momento para procurar um otorrinolaringologista? Continue acompanhando o post que nós te explicaremos!

Veja quais são os principais sintomas e sinais tratados pelo otorrino

Para saber quando procurar um otorrinolaringologista, é preciso atentar-se a alguns sinais e sintomas que o corpo costuma manifestar. Muitas vezes, eles surgem de forma sutil, podendo se agravar com o decorrer do tempo. São eles:

·         rouquidão (disfonia);

·         ronco;

·         dor de ouvido;

·         dor de garganta;

·         sangramento no ouvido;

·         tontura;

·         zumbido;

·         secreção no ouvido (otorreia);

·         dificuldade auditiva/surdez;

·         sangramento nasal;

·         dor na face;

·         dor de cabeça (cefaleia);

·         obstrução nasal;

·         visão embaçada ou escurecida;

·         alergia das vias respiratórias;

·         tosse;

·         pigarros, entre outros.

Entenda a importância de procurar um otorrinolaringologista

avaliação do otorrino é de suma importância para o diagnóstico correto e o tratamento das afecções. O tratamento depende de cada caso, podendo ser cirúrgico ou clínico. As principais doenças diagnosticadas pelo otorrinolaringologista são:

·         sinusites;

·         rinites;

·         alterações das cordas vocais;

·         distúrbios de deglutição;

·         paralisia facial;

·         desvio do septo nasal;

·         surdez;

·         otites;

·         perfuração do tímpano;

·         labirintite;

·         amigdalite;

·         faringite;

·         adenoides e amígdalas aumentadas;

·         distúrbios do sono;

·         polipose nasal, entre outras.

Agendamento de consultas e exames: 

Site: http://www.hvc.com.br/especialidades/endoscopia | (31) 3337-1000