Hospital Vera Cruz - Doenças cardiovasculares não ficam de quarentena.

Doenças cardiovasculares não ficam de quarentena.

30 Jun - Prevenção

Diante da pandemia do Covid-19 estamos vivendo tempos de medo e incertezas, assim como aconteceu no passado durante as pandemias do H1N1 em 2009, da Gripe Espanhola em 1918 e da Peste Bulbônica em 1343. Nos vimos de repente tendo de nos adaptar ao uso de máscaras, novos protocolos e recomendações de higiene, novas formas de trabalho, novas formas de lazer e principalmente a novas formas de nos relacionar com outras pessoas. Diante de um momento tão delicado, onde informações diferentes chegam a nós a todo momento é importante que saibamos a quem recorrer para buscar informações corretas.

Exceto por números crescentes de atendimentos e internações relacionadas ao Covid- 19; os atendimentos por outras doenças seguem o fluxo contrário; números apontam uma redução geral de até 70% na procura de serviços médicos. Esta queda, em parte já se era esperada, uma vez que procedimentos eletivos estão sendo cancelados; porém, trata-se de números preocupantes, uma vez que as pessoas não deixam de sofrer urgências e emergências como infartos, fraturas, AVCs entre outras.

Sabemos que medidas sociais, como a quarentena tem nos dado uma maior tranquilidade para o cuidado contra o Covid-19, contudo certas doenças não respeitam a quarentena, e muitos pacientes que vem apresentando sinais e sintomas de descompensação, como a insuficiência cardíaca, angina e hipertensão, ficam em casa por medo da ida em hospital, relacionando o hospital à infecção; mas isto não é verdade; os profissionais de saúde passam todos os dias por treinamento e respeitam os mais rigorosos protocolos de controle contra a transmissão, o que garante a segurança no atendimento não somente contra o coronavírus, mas também dos demais pacientes enfermos.

Sendo assim vamos continuar nos cuidando e respeitando as medidas de segurança, e em caso de sinais do descontrole de doenças cardiológicas, neurológicas entre outras, procure seu médico e um hospital capacitado para atende-lo.

Dr. Gustavo Micena - Cardiologista HVC